Antologia Crítica: Suplemento Dominical do Jornal do Brasil

Antologia Crítica: Suplemento Dominical do Jornal do Brasil

Antologia Crítica: Suplemento Dominical do Jornal do Brasil

  • EditoraCONTRA CAPA
  • Modelo: 6201949
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$ 75,65

    R$ 89,00
Resultado de ampla e cuidadosa pesquisa de Renato Rodrigues da Silva e Bruno Melo Monteiro, iniciada no Centro de Pesquisa e Documentação do Jornal do Brasil (cpdoc-jb), cujo apoio foi fundamental para a sua realização, esta antologia crítica de mais de uma centena de textos publicados por Ferreira Gullar no Suplemento Dominical do Jornal do Brasil de 1956 a 1961 representa um amplo e consistente panorama de suas reflexões acerca de um dos períodos mais significativos da arte brasileira do século xx.

O leitor poderá perceber que o conjunto ultrapassa em muito o engajamento do autor nas questões que tanto consolidaram quanto opuseram o concretismo e o neoconcretismo no decorrer dos anos 1950. Encontram-se aqui não apenas diversas resenhas de exposições individuais e coletivas visitadas por ele, entre as quais a Bienal de São Paulo e o Salão Moderno, como também importantes considerações sobre a arte moderna, o meio de arte no Brasil, o tachismo e as relações entre arte, técnica e ciência.

Retoma-se, assim, um fio que se vem tecendo há seis décadas na arte brasileira, pelo qual se mostra que o senso crítico e a construção teórica em estado nascente de Ferreira Gullar são marcos incontornáveis para que se possa entendê-la de modo, a um só tempo, rigoroso e renovado.
Características
Ano de publicação 2015
Autor FERREIRA GULLAR
Biografia Resultado de ampla e cuidadosa pesquisa de Renato Rodrigues da Silva e Bruno Melo Monteiro, iniciada no Centro de Pesquisa e Documentação do Jornal do Brasil (cpdoc-jb), cujo apoio foi fundamental para a sua realização, esta antologia crítica de mais de uma centena de textos publicados por Ferreira Gullar no Suplemento Dominical do Jornal do Brasil de 1956 a 1961 representa um amplo e consistente panorama de suas reflexões acerca de um dos períodos mais significativos da arte brasileira do século xx.

O leitor poderá perceber que o conjunto ultrapassa em muito o engajamento do autor nas questões que tanto consolidaram quanto opuseram o concretismo e o neoconcretismo no decorrer dos anos 1950. Encontram-se aqui não apenas diversas resenhas de exposições individuais e coletivas visitadas por ele, entre as quais a Bienal de São Paulo e o Salão Moderno, como também importantes considerações sobre a arte moderna, o meio de arte no Brasil, o tachismo e as relações entre arte, técnica e ciência.

Retoma-se, assim, um fio que se vem tecendo há seis décadas na arte brasileira, pelo qual se mostra que o senso crítico e a construção teórica em estado nascente de Ferreira Gullar são marcos incontornáveis para que se possa entendê-la de modo, a um só tempo, rigoroso e renovado.
Edição 1
Editora CONTRA CAPA
ISBN 9788577401949
Páginas 480

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.