Metrópoles e invisibilidades: Da política às lutas de sentidos da apropriação urbana - da política às lutas de sentidos da apropriação urbana

Metrópoles e invisibilidades: Da política às lutas de sentidos da apropriação urbana -  da política às lutas de sentidos da apropriação urbana

Metrópoles e invisibilidades: Da política às lutas de sentidos da apropriação urbana - da política às lutas de sentidos da apropriação urbana

  • EditoraLAMPARINA
  • Modelo: 1B60304
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$ 29,75

    R$ 35,00
Descortinar as invisibilidades das metrópoles; trazer luz aos invisíveis, aos excluídos da sociedade, marginalizados de alguma forma – é este o foco deste livro. Os invisíveis são aqueles muitos sujeitos que também contribuem na estrutura produtiva das cidades, mas que têm acesso dificultado aos direitos sociais e às políticas publicas, bem como não possuem lugar garantido no sistema de divisão do território em propriedades. Por não se encaixarem claramente em nenhuma parcela, costumam ser malvistos por grande parte da sociedade e não ganham a atenção das autoridades.

Metrópoles e invisibilidades é uma coletânea composta por diversos textos e mais de trinta autores, que nos ajuda a compreender o tempo presente, marcado por profundas formas de modernização e novas formas de exclusão. Ao mesmo tempo que se impõe a mercantilização absoluta dos meios necessários à reprodução da vida nas cidades, a crise do capital vem produzindo um aumento desmedido do número absoluto e relativo de excedentes estruturais da esfera produtiva em nível global. E, por sua vez, essa grande concentração da pobreza em alguns territórios da cidade caracteriza uma crise societária aguda. Diante dessa realidade cada vez mais avassaladora, este livro dá visibilidade para esses sujeitos, classes e espaços da metrópole que têm a imagem ocultada, ou também distorcida e estereotipada. A intenção é inventar e mostrar caminhos que valorizem formas criativas e insurgentes da produção social nas/das metrópoles brasileiras e formas de resistência frente às atuais maneiras de dominação e de criminalização da vida social. Frente a esses processos sociais e ocultos de produção da dominação, os movimentos sociais e os movimentos espontâneos podem resistir e compreender o não dito, o projeto de secularização oculto e que se impõe como única forma de ver o futuro.
Características
Ano de publicação 2015
Autor CARLA ANTONIA DA SILVA, ANDRELINO CAMPOS
Biografia Descortinar as invisibilidades das metrópoles; trazer luz aos invisíveis, aos excluídos da sociedade, marginalizados de alguma forma – é este o foco deste livro. Os invisíveis são aqueles muitos sujeitos que também contribuem na estrutura produtiva das cidades, mas que têm acesso dificultado aos direitos sociais e às políticas publicas, bem como não possuem lugar garantido no sistema de divisão do território em propriedades. Por não se encaixarem claramente em nenhuma parcela, costumam ser malvistos por grande parte da sociedade e não ganham a atenção das autoridades.

Metrópoles e invisibilidades é uma coletânea composta por diversos textos e mais de trinta autores, que nos ajuda a compreender o tempo presente, marcado por profundas formas de modernização e novas formas de exclusão. Ao mesmo tempo que se impõe a mercantilização absoluta dos meios necessários à reprodução da vida nas cidades, a crise do capital vem produzindo um aumento desmedido do número absoluto e relativo de excedentes estruturais da esfera produtiva em nível global. E, por sua vez, essa grande concentração da pobreza em alguns territórios da cidade caracteriza uma crise societária aguda. Diante dessa realidade cada vez mais avassaladora, este livro dá visibilidade para esses sujeitos, classes e espaços da metrópole que têm a imagem ocultada, ou também distorcida e estereotipada. A intenção é inventar e mostrar caminhos que valorizem formas criativas e insurgentes da produção social nas/das metrópoles brasileiras e formas de resistência frente às atuais maneiras de dominação e de criminalização da vida social. Frente a esses processos sociais e ocultos de produção da dominação, os movimentos sociais e os movimentos espontâneos podem resistir e compreender o não dito, o projeto de secularização oculto e que se impõe como única forma de ver o futuro.
Edição 1
Editora LAMPARINA
ISBN 9788583160304
Páginas 176

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.