Ficção da realidade: sociologia de "O Guarani de José de Alencar, A

Ficção da realidade: sociologia de "O Guarani de José de Alencar, A

Ficção da realidade: sociologia de "O Guarani de José de Alencar, A

  • EditoraALAMEDA
  • Modelo: 9V95468
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$ 55,04

    R$ 64,00
"A investigação empreendida por Rodrigo Estramanho de Almeida em A ficção da realidade, revela o processo de construção de um dos romances mais populares do país: O Guarani, de José de Alencar.
Através de uma pesquisa ampla e diversificada, o autor percorreu diferentes linguagens para entender como uma obra publicada em 1857 foi responsável pela construção de um mito nacional.
O índio Peri, personagem central da obra, é criação de Alencar que pouco tem a ver com o índio brasileiro, mas está presente no imaginário nacional e frequentemente mistura realidade e ficção, legando-nos a imagem do índio heroico e convertido ao cristianismo. A ficção vence a realidade. Por que é tão importante para nós brasileiros a compreensão em torno de algumas imagens mitológicas como as de Peri? O que essa construção diz a respeito de nossa própria história, da nossa cultura política, de nosso pensamento social?
O autor analisa o processo pelo qual a obra passou a compor o imaginário brasileiro, cristalizando uma visão de mundo sobre os povos originários e influenciando na percepção que temos sobre eles.
A leitura de A ficção da realidade, contribui, enfim, para a reflexão da história do Brasil em uma direção que quer desconstruir mitos há muito cristalizados, nos dando uma compreensão mais crítica do processo histórico nacional." - Profa. Dra. Rosemary Segurado
Características
Ano de publicação 2019
Autor RODRIGO ESTRAMANHO DE ALMEIDA
Biografia "A investigação empreendida por Rodrigo Estramanho de Almeida em A ficção da realidade, revela o processo de construção de um dos romances mais populares do país: O Guarani, de José de Alencar.
Através de uma pesquisa ampla e diversificada, o autor percorreu diferentes linguagens para entender como uma obra publicada em 1857 foi responsável pela construção de um mito nacional.
O índio Peri, personagem central da obra, é criação de Alencar que pouco tem a ver com o índio brasileiro, mas está presente no imaginário nacional e frequentemente mistura realidade e ficção, legando-nos a imagem do índio heroico e convertido ao cristianismo. A ficção vence a realidade. Por que é tão importante para nós brasileiros a compreensão em torno de algumas imagens mitológicas como as de Peri? O que essa construção diz a respeito de nossa própria história, da nossa cultura política, de nosso pensamento social?
O autor analisa o processo pelo qual a obra passou a compor o imaginário brasileiro, cristalizando uma visão de mundo sobre os povos originários e influenciando na percepção que temos sobre eles.
A leitura de A ficção da realidade, contribui, enfim, para a reflexão da história do Brasil em uma direção que quer desconstruir mitos há muito cristalizados, nos dando uma compreensão mais crítica do processo histórico nacional." - Profa. Dra. Rosemary Segurado
Editora ALAMEDA
ISBN 9788579395468
Páginas 345

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.