Comunicação, Tempo, História: Tecendo o Cotidiano em Fios Jornalísticos

Comunicação, Tempo, História: Tecendo o Cotidiano em Fios Jornalísticos

Comunicação, Tempo, História: Tecendo o Cotidiano em Fios Jornalísticos

  • EditoraMAUAD X
  • Modelo: 0183857
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$ 46,40

    R$ 58,00
Neste trabalho, os jornais são fontes de dados e, ao mesmo tempo, objeto de reflexão, construindo uma argumentação complexa. Dois grandes movimentos fundamentam essa reflexão inovadora. O primeiro consiste em problematizar o regime de tempo que organiza as narrativas jornalísticas que operam nas dimensões de duração, de distância e de permanência, todas elas relacionadas à substância do passado. Memória, tradição e história seriam termos correlatos nessa operação de construir uma imagem do passado pelo presente apresentada pelas edições comemorativas. No segundo, o regime de tempo apresentado opera nas dimensões do fluxo, movimento, mudança, que seriam as categorias relacionadas à substancia do futuro. Acontecimento, notícia e novidade seriam termos correlatos nessa outra operação de construir imagens do futuro pelo presente. Nessa operação de sentido, o que de fato deve ser valorizado é o estranhamento do cotidiano como a dimensão de presentificação dos múltiplos ritmos temporais que projetam o futuro. A obra possibilita o feliz encontro dos estudos históricos com os estudos de mídia, reafirmando a natureza intertextual da narrativa jornalística. Vale ressaltar que a clareza do estilo e a forma generosa com que a autora argumenta garantem ao leitor um lugar cativo na leitura desse trabalho.

Características
Ano de publicação 2011
Autor Letícia Cantarela Matheus
Biografia Neste trabalho, os jornais são fontes de dados e, ao mesmo tempo, objeto de reflexão, construindo uma argumentação complexa. Dois grandes movimentos fundamentam essa reflexão inovadora. O primeiro consiste em problematizar o regime de tempo que organiza as narrativas jornalísticas que operam nas dimensões de duração, de distância e de permanência, todas elas relacionadas à substância do passado. Memória, tradição e história seriam termos correlatos nessa operação de construir uma imagem do passado pelo presente apresentada pelas edições comemorativas. No segundo, o regime de tempo apresentado opera nas dimensões do fluxo, movimento, mudança, que seriam as categorias relacionadas à substancia do futuro. Acontecimento, notícia e novidade seriam termos correlatos nessa outra operação de construir imagens do futuro pelo presente. Nessa operação de sentido, o que de fato deve ser valorizado é o estranhamento do cotidiano como a dimensão de presentificação dos múltiplos ritmos temporais que projetam o futuro. A obra possibilita o feliz encontro dos estudos históricos com os estudos de mídia, reafirmando a natureza intertextual da narrativa jornalística. Vale ressaltar que a clareza do estilo e a forma generosa com que a autora argumenta garantem ao leitor um lugar cativo na leitura desse trabalho.

Editora MAUAD X
ISBN 9788574783857
Páginas 240

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.