50 anos de feminismo: Argentina, Brasil e Chile

50 anos de feminismo: Argentina, Brasil e Chile

50 anos de feminismo: Argentina, Brasil e Chile

  • EditoraEDUSP
  • Modelo: 7716408
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$ 41,40

    R$ 46,00
Nos últimos cinquenta anos, o movimento feminista na América Latina conduziu uma mudança cultural visível no trabalho, na educação, na estrutura familiar, na política e no uso dos meios de comunicação. Em particular, os movimentos de mulheres brasileiras, argentinas e chilenas, historicamente articuladas em múltiplas formas de associativismo, hoje são capazes de influenciar a implementação de políticas de promoção de direitos civis e sociais. Brasil, Argentina e Chile atravessaram etapas sociopolíticas paralelas – ora de avanço, ora de recuo – e iniciaram o século XXI com a eleição de mulheres para a presidência da República. Esta coletânea é resultado das primeiras reflexões de uma pesquisa iniciada em 2012, que tem a participação de acadêmicas, estudantes de graduação e pós-graduação, militantes feministas e promotores de políticas públicas voltadas às mulheres, com o objetivo de comparar os processos de transformação da condição de gênero nesses três países.
Características
Ano de publicação 2017
Autor EVA ALTERMANN BLAY; LUCIA AVELAR (ORGS.)
Biografia Nos últimos cinquenta anos, o movimento feminista na América Latina conduziu uma mudança cultural visível no trabalho, na educação, na estrutura familiar, na política e no uso dos meios de comunicação. Em particular, os movimentos de mulheres brasileiras, argentinas e chilenas, historicamente articuladas em múltiplas formas de associativismo, hoje são capazes de influenciar a implementação de políticas de promoção de direitos civis e sociais. Brasil, Argentina e Chile atravessaram etapas sociopolíticas paralelas – ora de avanço, ora de recuo – e iniciaram o século XXI com a eleição de mulheres para a presidência da República. Esta coletânea é resultado das primeiras reflexões de uma pesquisa iniciada em 2012, que tem a participação de acadêmicas, estudantes de graduação e pós-graduação, militantes feministas e promotores de políticas públicas voltadas às mulheres, com o objetivo de comparar os processos de transformação da condição de gênero nesses três países.
Edição 1
Editora EDUSP
ISBN 9788531416408
Páginas 352

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.