Histeria na Mídia: a simulaç@o da sexualidade na era digital

Histeria na Mídia: a simulaç@o da sexualidade na era digital

Histeria na Mídia: a simulaç@o da sexualidade na era digital

  • EditoraMAUAD X
  • Modelo: 01-0098
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$ 27,60

    R$ 36,80
A conjugação da mídia com um estado de histeria que se reproduz no tom de um discurso cotidiano neurotizado - veiculado não só pelos meios de comunicação tradicionais como através da rede que a cada segundo mais invade o nosso dia a dia - leva Raquel Paiva a esmiuçar os dos polos de seu estudo. A partir deste detalhamento, tanto a tradicional quanto a nova mídia ficam situadas no campo da histericização, a ponto de a autora definir o discurso midiático como "marcadamente histérico". Como ela afirma na apresentação do livro, "reinterpretada , a histeria - doença da representação no ambiente rígido da repressão sexual - pode trazer alguma luz sobre as operações de manipulação simbólica na sociedade contemporânea, principalmente aquelas autoproclamadas como meios de aproximação entre os indivíduos". A sexualidade reprimida, o discurso espetacularizado/neurotizado midiático, a tentativa de a rede suprir e tudo abarcar, inclusive o sexual, são ingredientes que fazem deste livro um estudo a ser consultado por todos os que buscam na Comunicação e/ou na Psicanálise novos dados e novas análises e interpretações que se aprofundam na sociedade contemporânea
Características
Ano de publicação 2000
Autor Raquel Paiva
Biografia A conjugação da mídia com um estado de histeria que se reproduz no tom de um discurso cotidiano neurotizado - veiculado não só pelos meios de comunicação tradicionais como através da rede que a cada segundo mais invade o nosso dia a dia - leva Raquel Paiva a esmiuçar os dos polos de seu estudo. A partir deste detalhamento, tanto a tradicional quanto a nova mídia ficam situadas no campo da histericização, a ponto de a autora definir o discurso midiático como "marcadamente histérico". Como ela afirma na apresentação do livro, "reinterpretada , a histeria - doença da representação no ambiente rígido da repressão sexual - pode trazer alguma luz sobre as operações de manipulação simbólica na sociedade contemporânea, principalmente aquelas autoproclamadas como meios de aproximação entre os indivíduos". A sexualidade reprimida, o discurso espetacularizado/neurotizado midiático, a tentativa de a rede suprir e tudo abarcar, inclusive o sexual, são ingredientes que fazem deste livro um estudo a ser consultado por todos os que buscam na Comunicação e/ou na Psicanálise novos dados e novas análises e interpretações que se aprofundam na sociedade contemporânea
Editora MAUAD X
ISBN 9788574780191
Páginas 128

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.