Contra os novos despotismo: Escritos sobre o berlusconismo

Contra os novos despotismo: Escritos sobre o berlusconismo

Contra os novos despotismo: Escritos sobre o berlusconismo

  • EditoraUNESP
  • Modelo: 7406534
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$ 38,64

    R$ 42,00
Um dos aspectos que caracterizam a democracia é a separação dos poderes, não apenas do Executivo, Judiciário e Legislativo, mas também dos poderes político, econômico e cultural. A unificação desses poderes em um só homem ou em um só grupo recebe um nome em teoria política: despotismo. Quando Silvio Berlusconi – um dos homens mais ricos da Itália e dono de vários dos mais importantes canais de televisão daquele país – assume o cargo de primeiro-ministro, é exatamente isso que acontece.
Percebendo o perigo que o fenômeno berlusconiano representava para a democracia, Bobbio voltou ao debate político, questionando o fato de alguém que tem o quase monopólio das redes de televisão se candidatar a um cargo público, indagando sobre as fontes de financiamento da Força Itália, partido de Berlusconi, e criticando a postura da oposição de esquerda.
Como em todos os seus livros, Bobbio, mesmo ao tratar de questões italianas, apresenta lições e análises que se aplicam a muitos problemas com os quais o Brasil se defronta cotidianamente. Debruça-se, por exemplo, sobre a configuração volátil da política partidária, afirmando que os pequenos partidos, nascidos de um dia para outro, estão sempre prontos a se voltar para onde o vento soprar, e que, nesse caso, quanto maior for o número de partidos, mais fracas são as coalizões de governo, pois sua consistência depende do acordo dos partidos que fazem parte delas.
Características
Ano de publicação 2016
Autor NORBERTO BOBBIO
Biografia Um dos aspectos que caracterizam a democracia é a separação dos poderes, não apenas do Executivo, Judiciário e Legislativo, mas também dos poderes político, econômico e cultural. A unificação desses poderes em um só homem ou em um só grupo recebe um nome em teoria política: despotismo. Quando Silvio Berlusconi – um dos homens mais ricos da Itália e dono de vários dos mais importantes canais de televisão daquele país – assume o cargo de primeiro-ministro, é exatamente isso que acontece.
Percebendo o perigo que o fenômeno berlusconiano representava para a democracia, Bobbio voltou ao debate político, questionando o fato de alguém que tem o quase monopólio das redes de televisão se candidatar a um cargo público, indagando sobre as fontes de financiamento da Força Itália, partido de Berlusconi, e criticando a postura da oposição de esquerda.
Como em todos os seus livros, Bobbio, mesmo ao tratar de questões italianas, apresenta lições e análises que se aplicam a muitos problemas com os quais o Brasil se defronta cotidianamente. Debruça-se, por exemplo, sobre a configuração volátil da política partidária, afirmando que os pequenos partidos, nascidos de um dia para outro, estão sempre prontos a se voltar para onde o vento soprar, e que, nesse caso, quanto maior for o número de partidos, mais fracas são as coalizões de governo, pois sua consistência depende do acordo dos partidos que fazem parte delas.
Edição 1
Editora UNESP
ISBN 9788539306534
Páginas 178

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.