Movimento Universitário Espírita: Religião e política no Espiritismo brasileiro (1967-1974)

Movimento Universitário Espírita: Religião e política no Espiritismo brasileiro (1967-1974)

Movimento Universitário Espírita: Religião e política no Espiritismo brasileiro (1967-1974)

  • EditoraALAMEDA
  • Modelo: 9V92528
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$ 62,10

    R$ 69,00
Este livro é o resultado de uma dissertação de mestrado defendida em 2012 junto ao Programa de Pós-Graduação em História da Unicamp. O trabalho final foi o produto de uma longa e detalhada pesquisa sobre um tema criativo e importante: a relação ainda pouco conhecida de um grupo de espíritas de fins da década de 1960 e início de 1970 com as grandes inquietações políticas desse momento histórico. Criativo e inovador, as páginas do livro vão apresentando uma problemática atualizada: as relações entre política e religião na sociedade brasileira da segunda metade do século xx, focalizando, sobretudo os estudantes universitários que procuraram se articular diante da ditadura no Brasil canalizando seus anseios político-religiosos para o interior do movimento espírita.

O que esse livro demonstra ao longo de seus capítulos é que existiu, potencialmente, um espiritismo de esquerda, de cunho socialista cristão e revolucionário. Podemos destacar a relação com uma tradição intelectual espírita de viés socialista que vem desde o século xix, e essencialmente preocupada com a renovação do movimento espírita e com as questões sociais. Nesse sentido, há uma preocupação constante dessa tradição em renovar/atualizar a doutrina espírita, particularmente no que diz respeito à atuação dos espíritas no mundo, ou seja, na política contemporânea.

A leitura desse livro com certeza despertará muita curiosidade, trará novas questões dentro e fora do objeto e, sobretudo, indicará novas e importantes possibilidades para os estudos das relações históricas e culturais entre religião e política.
Características
Ano de publicação 2015
Autor SINUÊ NECKEL MIGUEL
Biografia Este livro é o resultado de uma dissertação de mestrado defendida em 2012 junto ao Programa de Pós-Graduação em História da Unicamp. O trabalho final foi o produto de uma longa e detalhada pesquisa sobre um tema criativo e importante: a relação ainda pouco conhecida de um grupo de espíritas de fins da década de 1960 e início de 1970 com as grandes inquietações políticas desse momento histórico. Criativo e inovador, as páginas do livro vão apresentando uma problemática atualizada: as relações entre política e religião na sociedade brasileira da segunda metade do século xx, focalizando, sobretudo os estudantes universitários que procuraram se articular diante da ditadura no Brasil canalizando seus anseios político-religiosos para o interior do movimento espírita.

O que esse livro demonstra ao longo de seus capítulos é que existiu, potencialmente, um espiritismo de esquerda, de cunho socialista cristão e revolucionário. Podemos destacar a relação com uma tradição intelectual espírita de viés socialista que vem desde o século xix, e essencialmente preocupada com a renovação do movimento espírita e com as questões sociais. Nesse sentido, há uma preocupação constante dessa tradição em renovar/atualizar a doutrina espírita, particularmente no que diz respeito à atuação dos espíritas no mundo, ou seja, na política contemporânea.

A leitura desse livro com certeza despertará muita curiosidade, trará novas questões dentro e fora do objeto e, sobretudo, indicará novas e importantes possibilidades para os estudos das relações históricas e culturais entre religião e política.
Edição 1
Editora ALAMEDA
ISBN 9788579392528
Páginas 356

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.