Comunidades audiovisuais: a comunicação produzida por jovens moradores de favela

Comunidades audiovisuais: a comunicação produzida por jovens moradores de favela

Comunidades audiovisuais: a comunicação produzida por jovens moradores de favela

  • EditoraMAUAD X
  • Modelo: 0189392
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$ 34,80

    R$ 58,00
Neste livro a autora apresenta uma extensa reflexão sobre o audiovisual produzido por jovens moradores de favelas, com o objetivo de enxergar nessa produção, seja ela para o cinema ou para o jornalismo, onde estão as brechas que a fazem figurar como novos caminhos para estes cineastas e repórteres comunitários. Sugere o termo comunidades audiovisuais como espaços que rompem com os pré-conceitos que rondam as favelas e o cotidiano de seus moradores, a começar pelo uso do termo comunidade. Lilian Saback incursiona numa proposta desafiadora. Trata-se de um projeto inovador, que tenta inserir na grande mídia a produção daqueles que normalmente não constituem notícia. Realizou durante quatro anos uma cuidadosa pesquisa, vinculada à experiência intitulada "Parceiros do RJ", desenvolvida pela Rede Globo de Televisão. Acompanhou produções, entrevistou jovens repórteres e também procurou ouvir opiniões de jornalistas tarimbados. A pesquisa realizada põe em foco a construção de novas narrativas e a possibilidade de olhares inclusivos. Mas o grande mérito do trabalho é trazer para o jornalista, pelas lentes de uma pesquisadora-jornalista, o argumento do quanto apostar em repórteres populares significa reconhecer outra possibilidade discursiva.

Características
Ano de publicação 2018
Autor Lilian Saback
Biografia Neste livro a autora apresenta uma extensa reflexão sobre o audiovisual produzido por jovens moradores de favelas, com o objetivo de enxergar nessa produção, seja ela para o cinema ou para o jornalismo, onde estão as brechas que a fazem figurar como novos caminhos para estes cineastas e repórteres comunitários. Sugere o termo comunidades audiovisuais como espaços que rompem com os pré-conceitos que rondam as favelas e o cotidiano de seus moradores, a começar pelo uso do termo comunidade. Lilian Saback incursiona numa proposta desafiadora. Trata-se de um projeto inovador, que tenta inserir na grande mídia a produção daqueles que normalmente não constituem notícia. Realizou durante quatro anos uma cuidadosa pesquisa, vinculada à experiência intitulada "Parceiros do RJ", desenvolvida pela Rede Globo de Televisão. Acompanhou produções, entrevistou jovens repórteres e também procurou ouvir opiniões de jornalistas tarimbados. A pesquisa realizada põe em foco a construção de novas narrativas e a possibilidade de olhares inclusivos. Mas o grande mérito do trabalho é trazer para o jornalista, pelas lentes de uma pesquisadora-jornalista, o argumento do quanto apostar em repórteres populares significa reconhecer outra possibilidade discursiva.

Editora MAUAD X
ISBN 9788574789392
Páginas 224

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.