A polpa do enigma que me habita é a mesma que me ultrapassa

A polpa do enigma que me habita é a mesma que me ultrapassa

A polpa do enigma que me habita é a mesma que me ultrapassa

  • Editora7 LETRAS
  • Modelo: 9551267
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$ 36,80

    R$ 46,00
Dez anos depois de sua estreia como poeta, o escritor Diego Rebouças apresenta este belíssimo A polpa do enigma que me habita é a mesma que me ultrapassa, obra que conjuga lembranças e vivências desde as profundezas dos mares até as supernovas das galáxias mais distantes. Segundo Sara Iriarte, “a poesia de Diego Rebouças puxa do cordão umbilical de maresias perdidas convocando o seu mistério e sua verdade, celebrando o poder gestacional da memória. Escavando no seu minério de trevas, seguindo a dança dos vagalumes a constelar lembranças, a escrita vai indo mais e mais longe; até o menino-poeta empreender o sonho do retorno familiar: a restituição dos idos e o regresso, não àquela terra onde o pai do pai começou a sua última peregrinação, mas à milenar origem de tudo que, uma vez encarnados, viríamos a ser. A história nos amassa, sujeitos, nas visões, nas vozes, nas horas que salvamos e as que não. No enigma dessa polpa que nos habita e que habitamos há a história de uma cosmogonia e a pulsante força de um devir que nos irmana no mesmo rastro estelar.”
Características
Ano de publicação 2022
Autor Diego Rebouças
Biografia Dez anos depois de sua estreia como poeta, o escritor Diego Rebouças apresenta este belíssimo A polpa do enigma que me habita é a mesma que me ultrapassa, obra que conjuga lembranças e vivências desde as profundezas dos mares até as supernovas das galáxias mais distantes. Segundo Sara Iriarte, “a poesia de Diego Rebouças puxa do cordão umbilical de maresias perdidas convocando o seu mistério e sua verdade, celebrando o poder gestacional da memória. Escavando no seu minério de trevas, seguindo a dança dos vagalumes a constelar lembranças, a escrita vai indo mais e mais longe; até o menino-poeta empreender o sonho do retorno familiar: a restituição dos idos e o regresso, não àquela terra onde o pai do pai começou a sua última peregrinação, mas à milenar origem de tudo que, uma vez encarnados, viríamos a ser. A história nos amassa, sujeitos, nas visões, nas vozes, nas horas que salvamos e as que não. No enigma dessa polpa que nos habita e que habitamos há a história de uma cosmogonia e a pulsante força de um devir que nos irmana no mesmo rastro estelar.”
Edição 1
Editora 7 LETRAS
ISBN 9786559051267
Páginas 112

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.