Dilemas do Patrimonialismo brasileiro, Os - as interpretações de Raymundo Faoro e Simon Schwartzman

Dilemas do Patrimonialismo brasileiro, Os -  as interpretações de Raymundo Faoro e Simon Schwartzman

Dilemas do Patrimonialismo brasileiro, Os - as interpretações de Raymundo Faoro e Simon Schwartzman

  • EditoraALAMEDA
  • Modelo: 9V94850
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$ 43,00

    R$ 50,00
Dentre as vertentes do pensamento político brasileiro, umas das mais perenes e vigorosas é a liberal, composta de uma multiplicidade de correntes, com conteúdos e ênfases diversos. Neste livro, Leonardo Belinelli desenvolve uma fina reflexão sobre o liberalismo no pensamento político brasileiro, a partir da análise e comparação das obras de dois de seus maiores expoentes: Raymundo Faoro e Simon Schwartzman.
Ambos os autores – Faoro desde o clássico "Os Donos do Poder", Schwartzman no seu "Bases do Autoritarismo Brasileiro" – constroem suas interpretações da sociedade e da política brasileiras em torno da categoria weberiana de patrimonialismo. Mais do que nas semelhanças, Leonardo Belinelli se detém nas diferenças entre as duas abordagens. Com grande rigor conceitual, o autor estabelece uma relação entre os usos distintos que Faoro e Schwartzman fazem do conceito de patrimonialismo e as suas diferentes utopias políticas. Utopias liberais, ambas, mas distintas. Trata-se, como diz o autor, de compreender a relação entre o plano explicativo e o plano normativo das duas abordagens.
De forma cuidadosa, o autor apresenta e relaciona entre si conceitos como patrimonialismo, liberalismo, liberismo, americanismo, idealismo constitucional, guiando o leitor em uma instigante exploração da linhagem liberal do pensamento político brasileiro, com suas distinções e nuances.
Características
Autor LEONARDO OCTAVIO BELINELLI DE BRITO
Biografia Dentre as vertentes do pensamento político brasileiro, umas das mais perenes e vigorosas é a liberal, composta de uma multiplicidade de correntes, com conteúdos e ênfases diversos. Neste livro, Leonardo Belinelli desenvolve uma fina reflexão sobre o liberalismo no pensamento político brasileiro, a partir da análise e comparação das obras de dois de seus maiores expoentes: Raymundo Faoro e Simon Schwartzman.
Ambos os autores – Faoro desde o clássico "Os Donos do Poder", Schwartzman no seu "Bases do Autoritarismo Brasileiro" – constroem suas interpretações da sociedade e da política brasileiras em torno da categoria weberiana de patrimonialismo. Mais do que nas semelhanças, Leonardo Belinelli se detém nas diferenças entre as duas abordagens. Com grande rigor conceitual, o autor estabelece uma relação entre os usos distintos que Faoro e Schwartzman fazem do conceito de patrimonialismo e as suas diferentes utopias políticas. Utopias liberais, ambas, mas distintas. Trata-se, como diz o autor, de compreender a relação entre o plano explicativo e o plano normativo das duas abordagens.
De forma cuidadosa, o autor apresenta e relaciona entre si conceitos como patrimonialismo, liberalismo, liberismo, americanismo, idealismo constitucional, guiando o leitor em uma instigante exploração da linhagem liberal do pensamento político brasileiro, com suas distinções e nuances.
Editora ALAMEDA
ISBN 9788579394850
Páginas 294

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.