TRABALHADORES EM GREVE POLICIA EM guarda

TRABALHADORES EM GREVE POLICIA EM guarda

TRABALHADORES EM GREVE POLICIA EM guarda

  • EditoraBOM TEXTO
  • Modelo: 44-0045
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$ 51,20

    R$ 64,00
Este livro reúne seis artigos, nos quais o historiador Marcelo Badaró Mattos e uma equipe de pesquisadores resgatam a trajetória dos movimentos dos trabalhadores e suas organizações sindicais no Rio de Janeiro. São abordadas as relações dos trabalhadores com os empresários, com o Estado e com os partidos políticos, além da dinâmica do movimento operário e o papel político desempenhado pela classe nos vários momentos históricos, desde os primeiros passos de sua formação na segunda metade do século XIX até 1964. Os movimentos grevistas recebem maior atenção nas análises. Do ponto de vista da atuação estatal, o livro procura relativizar as cronologias tradicionais, que situam a questão social como um "caso de polícia" até 1930, quando então tenderia a prevalecer o encaminhamento político. Os documentos da polícia política investigados em alguns dos ensaios demonstram o quanto esta instituição foi importante na vigilância e repressão à classe trabalhadora, ganhando forma nos anos 1920 e agindo tanto nos regimes ditatoriais, quanto no período do ensaio democrático do pós-guerra.
Características
Ano de publicação 2004
Autor MARCELO BADARO MATTOS
Biografia Este livro reúne seis artigos, nos quais o historiador Marcelo Badaró Mattos e uma equipe de pesquisadores resgatam a trajetória dos movimentos dos trabalhadores e suas organizações sindicais no Rio de Janeiro. São abordadas as relações dos trabalhadores com os empresários, com o Estado e com os partidos políticos, além da dinâmica do movimento operário e o papel político desempenhado pela classe nos vários momentos históricos, desde os primeiros passos de sua formação na segunda metade do século XIX até 1964. Os movimentos grevistas recebem maior atenção nas análises. Do ponto de vista da atuação estatal, o livro procura relativizar as cronologias tradicionais, que situam a questão social como um "caso de polícia" até 1930, quando então tenderia a prevalecer o encaminhamento político. Os documentos da polícia política investigados em alguns dos ensaios demonstram o quanto esta instituição foi importante na vigilância e repressão à classe trabalhadora, ganhando forma nos anos 1920 e agindo tanto nos regimes ditatoriais, quanto no período do ensaio democrático do pós-guerra.
Editora BOM TEXTO
ISBN 9788587723512
Páginas 392

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.