Vida e pensamento de Antonio Gramsci 1926-1937

Vida e pensamento de Antonio Gramsci 1926-1937

Vida e pensamento de Antonio Gramsci 1926-1937

  • R$ 81,60

    R$ 102,00
Antonio Gramsci jamais publicou um livro em vida. Sua condição de autor se deve aos esforços sucessivos dos seus editores, particularmente aqueles que deram publicidade aos famosos "Cadernos do cárcere", escritos na prisão fascista entre as décadas de 1920 e 1930. Considerado um clássico da política e um dos mais profícuos pensadores do marxismo no século XX, o estudo de suas ideias passou por muitas reformulações no curso de sua progressiva difusão desde o segundo após-guerra.

Mesmo com as conhecidas lacunas, a chamada edição temática (1948-1951) e, depois, a consistente edição crítica dos Cadernos (1975) acabaram por fornecer elementos essenciais para a construção de variadas interpretações a respeito de seu pensamento. Para não falar da cuidadosíssima edição nacional, que ora começa a ser publicada pela Fundação Instituto Gramsci e pelo Instituto da Enciclopédia Italiana, por certo destinada a marcar uma nova etapa no exame da totalidade dos escritos gramscianos.

Em décadas de estudos e debates, Gramsci foi visto inicialmente como o "pensador da cultura nacional-popular", para em seguida alcançar o patamar de "teórico da revolução nos países avançados do capitalismo", de cuja obra se extraíam conceitos que o tornaram um pensador assimilado em grande escala; entre tais conceitos, alguns são justificadamente famosos, como hegemonia, intelectual orgânico e Estado ampliado.

Recentemente, a partir de uma historicização integral do personagem, aliada à recepção e ao tratamento de fontes inéditas ou até ignoradas, vem emergindo uma nova inserção de Gramsci na política do século XX. Referida aos dramáticos acontecimentos que abarcam a chamada "grande guerra civil europeia" (1914-1945), essa perspectiva analítica tem permitido superar os diversos enigmas que marcaram por longos anos os estudos gramscianos, originados da fratura entre sua vida e seu pensamento.

"Vida e pensamento de Antonio Gramsci", de Giuseppe Vacca, segue essa pista. O resultado é a construção da primeira biografia política de Gramsci desde a prisão até sua morte. O livro de Vacca supera, efetivamente, a cisão entre trajetória pessoal e reflexão teórica, ao trabalhar a um só tempo os dramas individuais e os dilemas políticos daquele prisioneiro especial do fascismo, cercado e atormentado pela angústia de ter sido "esquecido" pela mulher e "posto de lado" politicamente, o que aumentava suas suspeitas de que a direção do PCI havia sabotado sua libertação.
Características
Ano de publicação 2012
Autor GIUSEPPE VACCA
Biografia Antonio Gramsci jamais publicou um livro em vida. Sua condição de autor se deve aos esforços sucessivos dos seus editores, particularmente aqueles que deram publicidade aos famosos "Cadernos do cárcere", escritos na prisão fascista entre as décadas de 1920 e 1930. Considerado um clássico da política e um dos mais profícuos pensadores do marxismo no século XX, o estudo de suas ideias passou por muitas reformulações no curso de sua progressiva difusão desde o segundo após-guerra.

Mesmo com as conhecidas lacunas, a chamada edição temática (1948-1951) e, depois, a consistente edição crítica dos Cadernos (1975) acabaram por fornecer elementos essenciais para a construção de variadas interpretações a respeito de seu pensamento. Para não falar da cuidadosíssima edição nacional, que ora começa a ser publicada pela Fundação Instituto Gramsci e pelo Instituto da Enciclopédia Italiana, por certo destinada a marcar uma nova etapa no exame da totalidade dos escritos gramscianos.

Em décadas de estudos e debates, Gramsci foi visto inicialmente como o "pensador da cultura nacional-popular", para em seguida alcançar o patamar de "teórico da revolução nos países avançados do capitalismo", de cuja obra se extraíam conceitos que o tornaram um pensador assimilado em grande escala; entre tais conceitos, alguns são justificadamente famosos, como hegemonia, intelectual orgânico e Estado ampliado.

Recentemente, a partir de uma historicização integral do personagem, aliada à recepção e ao tratamento de fontes inéditas ou até ignoradas, vem emergindo uma nova inserção de Gramsci na política do século XX. Referida aos dramáticos acontecimentos que abarcam a chamada "grande guerra civil europeia" (1914-1945), essa perspectiva analítica tem permitido superar os diversos enigmas que marcaram por longos anos os estudos gramscianos, originados da fratura entre sua vida e seu pensamento.

"Vida e pensamento de Antonio Gramsci", de Giuseppe Vacca, segue essa pista. O resultado é a construção da primeira biografia política de Gramsci desde a prisão até sua morte. O livro de Vacca supera, efetivamente, a cisão entre trajetória pessoal e reflexão teórica, ao trabalhar a um só tempo os dramas individuais e os dilemas políticos daquele prisioneiro especial do fascismo, cercado e atormentado pela angústia de ter sido "esquecido" pela mulher e "posto de lado" politicamente, o que aumentava suas suspeitas de que a direção do PCI havia sabotado sua libertação.
Edição 1
Editora EDITORA CONTRAPONTO
ISBN 9788578660758
Páginas 508

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.