200 ANOS DE IMPRENSA NO BRASIL

200 ANOS DE IMPRENSA NO BRASIL

200 ANOS DE IMPRENSA NO BRASIL

  • EditoraCONTRA CAPA
  • Modelo: 6200720
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$ 27,00

    R$ 45,00
Historiadores e imprensa têm uma longa e interessante relação. O campo de estudo sobre jornais, periódicos, panfletos, revistas, livros e catálogos tem sido alargado à medida que a concepção sobre impressos adquire um caráter transdisciplinar.
Esta publicação espelha uma nova abordagem historiográfica e lança um olhar crítico sobre temas caros à história, temas que têm como fonte primordial o impresso. Traz também, em seu bojo, a contribuição de diversos pesquisadores que há anos se debruçam sobre questões vívidas que estão presentes em jornais ao longo dos séculos XIX e XX.
Organizado pelas pesquisadoras Maria Letícia Correa e Sílvia Brito Fonseca, este livro representa a consolidação de seminários que criaram tradição na UERJ desde a década de 1990. A partir da participação de dez estudiosos, desenvolvem-se textos que são muito importantes para a renovação da historiografia em torno de questões que entrelaçam periódicos e governos constitucionais, abolicionismo, sociabilidades, conflitos ideológicos e políticos, guerras, revoluções e relações culturais.
O exercício crítico representado por esta obra demonstra a riqueza de temas que a imprensa e o impresso podem oferecer por meio do aprofundamento de noções e conceitos que certamente terão visibilidade e dialogarão com a diversidade temática que tem inspirado a historiografia brasileira dos últimos decênios.
Os leitores deste livro, especialistas ou não, terão aqui diversas oportunidades de compreender como a imprensa é um instrumento primordial para compreender o homem contemporâneo.

Tania Maria T. Bessone da Cruz Ferreira
[Uerj/CNPq/Pronex]
Características
Ano de publicação 2010
Autor SILVIA C.P.DE BRITO FONSECA E MARIA LETÍCIA CORREA
Biografia Historiadores e imprensa têm uma longa e interessante relação. O campo de estudo sobre jornais, periódicos, panfletos, revistas, livros e catálogos tem sido alargado à medida que a concepção sobre impressos adquire um caráter transdisciplinar.
Esta publicação espelha uma nova abordagem historiográfica e lança um olhar crítico sobre temas caros à história, temas que têm como fonte primordial o impresso. Traz também, em seu bojo, a contribuição de diversos pesquisadores que há anos se debruçam sobre questões vívidas que estão presentes em jornais ao longo dos séculos XIX e XX.
Organizado pelas pesquisadoras Maria Letícia Correa e Sílvia Brito Fonseca, este livro representa a consolidação de seminários que criaram tradição na UERJ desde a década de 1990. A partir da participação de dez estudiosos, desenvolvem-se textos que são muito importantes para a renovação da historiografia em torno de questões que entrelaçam periódicos e governos constitucionais, abolicionismo, sociabilidades, conflitos ideológicos e políticos, guerras, revoluções e relações culturais.
O exercício crítico representado por esta obra demonstra a riqueza de temas que a imprensa e o impresso podem oferecer por meio do aprofundamento de noções e conceitos que certamente terão visibilidade e dialogarão com a diversidade temática que tem inspirado a historiografia brasileira dos últimos decênios.
Os leitores deste livro, especialistas ou não, terão aqui diversas oportunidades de compreender como a imprensa é um instrumento primordial para compreender o homem contemporâneo.

Tania Maria T. Bessone da Cruz Ferreira
[Uerj/CNPq/Pronex]
Editora CONTRA CAPA
ISBN 9788577400720
Páginas 272

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.